Um ano internada

 COM COVID-19


Era maio de 2020 quando esta mulher dos EUA testou positivo para a covid-19. Apenas um ano depois ela saiu da internação.



A mulher não identificada passou 355 dias internada com o novo coronavírus.


Ela manteve “sintomas leves da doença”, mas por o vírus ainda estar ativo em seu corpo, não pôde voltar para casa.


O caso foi documentado pelo National Health Institute dos EUA e publicado em um artigo nesta semana.

Trata-se do caso mais longo de covid-19 registrado na história. Segundo o estudo, a paciente tinha diabetes tipo 2 e se recuperava de um linfoma.

“Esse caso mostra que pacientes imunocomprometidos podem apresentar infecção prolongada por covid com sintomas leves e replicação viral persistente“, concluem os autores do estudo.

Reprodução/Giphy

HYPENESS, INOVAÇÃO E CRIATIVIDADE PARA TODOS.

HYPENESS.COM.BR