Sistema agroflorestal do país é patrimônio global

TUNÍSIA

A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação reconheceu dois sistemas agrícolas tradicionais da Tunísia como Sistemas de Patrimônio Agrícola de Importância Global (GIAHS)

Devido ao aquecimento global e a inúmeras mudanças climáticas, o mundo passou a olhar para trás e a valorizar sistemas agrícolas ancestrais, como os tunisianos

Os sistemas em questão são os jardins suspensos de Djebba El Olia e o cultivo de Ramli em Ghar El Melh

Ambos refletem laços profundos entre as culturas cultivadas e o ecossistema natural, fauna e flora locais

Isso tudo além de promover a preservação do conhecimento tradicional e a conservação da biodiversidade

O objetivo também é incentivar as comunidades locais a valorizar e a conservar melhor sua herança para as gerações futuras

Nos jardins suspensos de Djebba El Olia, os agricultores conseguiram moldar a paisagem montanhosa a seu favor

Já no caso de Ramli em Ghar El Melh, trata-se de práticas agrícolas que consistem no cultivo de substratos arenosos, não apenas na Tunísia, mas em todo o mundo

Esse sistema permite cultivar o ano todo sem suprimentos artificiais de água, mesmo durante períodos de seca e pode ser a resposta para o fim da fome no mundo

INOVAÇÃO E CRIATIVIDADE É NO HYPENESS