CRIME

Stalking agora é

A Presidência da República sancionou a chamada lei do stalking, que inclui no Código Penal o crime de perseguir pessoas, inclusive nas redes sociais.

Mas calma lá! Você não é um criminoso por ficar fuçando as redes sociais do seu ex-parceiro. A lei tipifica a perseguição de outra forma.

Basicamente, a partir de agora, se você envia mensagens com frequência para a pessoa e ameaça a liberdade dela, pode ser considerado um criminoso.

Segundo a redação na nova legislação, o crime de perseguição pode ser enquadrado de diversas formas: se você vai presencialmente aos locais que a pessoa frequenta, fica enviando bilhetes, mensagens ou ameaça a pessoa, isso se torna crime.

A punição para o novo crime instaurado no código penal vai de seis meses a dois anos.

A lei pune “perseguir alguém, reiteradamente e por qualquer meio, ameaçando-lhe a integridade física ou psicológica, restringindo-lhe a capacidade de locomoção ou, de qualquer forma, invadindo ou perturbando sua esfera de liberdade ou privacidade”.

O novo crime de stalking terá como principais agravantes a ameaça com uso de arma de fogo e a idade da vítima: caso o perseguido seja menor de idade, a pena aumenta.

Mas se você sofre vendo as redes da sua ex, pode se tranquilizar. Ficar triste vendo ela ser feliz no Instagram ainda não é crime.

INOVAÇÃO E CRIATIVIDADE É NO HYPENESS