União entre mulheres impacta no mercado de trabalho

Sororidade

Um estudo feito pela Harvard Business Review afirmou que mulheres que atuam em conjunto têm chances maiores de alcançarem cargos executivos e salários mais altos

O estudo leva em conta o esforço coletivo como forma de sobrepor práticas sexistas sistêmicas dentro do ambiente de trabalho

Trocando em miúdos, mulheres que trocam experiências e pontos de vista diferentes sobre o machismo e outros assuntos podem, juntas, estabelecer um ambiente menos tóxico

Já ouviu falar sobre o termo QI? A indicação, muitas vezes, é decisiva para avançar no processo seletivo de uma vaga concorrida

Dominantes, os homens nadam de braçada no quesito ‘Quem Indica?’ devido à carência de networking entre mulheres, reflexo do machismo

Essa mesma carência pode contribuir para a escassez de profissionais mulheres em setores amplamente masculinos, como a área de tecnologia, por exemplo

Shelley Zalis, atuante pela igualdade de gênero no mercado de trabalho, dá algumas dicas iniciais para um ambiente de sucesso entre mulheres

“Encontre seu grupo e invista nele. Abra espaço para outras mulheres e priorize relações humanizadas”

No Brasil, mulheres representam apenas 38% de cargos de chefia, segundo o IBGE. E, em média, mulheres com mais estudo do que homens ainda recebam 23,5% menos 

INOVAÇÃO E CRIATIVIDADE É NO HYPENESS

CLIQUE AQUI E LEIA MAIS!