Salmão ameaça

COSTA CHILENA

O salmão consumido no Brasil é criado em cativeiros no Chile, em ambientes que estão prejudicando cada vez mais os ecossistemas locais

Criados à base de ração e antibióticos, os animais costumam ficar presos em gaiolas na costa chilena enquanto se desenvolvem, antes de serem comercializados 

A prática tem é preocupante por uma série de motivos. Um deles é que os resíduos, corantes e produtos químicos usados nos criadouros estão, aos poucos, destruindo a fauna e a flora submarinas locais

Além disso, uma enorme quantidade desses salmões acabam escapando de suas gaiolas e fogem para águas abertas

Lá, acabam se alimentando de peixes nativos e prejudicando até mesmo a existência de algumas espécies

 “Quando as pessoas comem salmão no Brasil, devem saber que esse peixe foi produzido com grande impacto ambiental e social”, diz Alex Muñoz, advogado ambientalista, em entrevista ao “Uol”

O país sul-americano é o segundo maior produtor mundial de salmão, atrás apenas da Noruega. A região da Patagônia é responsável pela produção de cerca de 800 mil toneladas anuais do peixe

INOVAÇÃO E CRIATIVIDADE É NO HYPENESS

CLIQUE AQUI E LEIA MAIS!