REBECA ANDRADE

e sua importância para as MULHERES NEGRAS no ESPORTE

A brasileira Rebeca Andrade ficou em 2º lugar no solo da Ginástica Olímpica durante as Olimpíadas de Tóquio, conquistando a medalha de prata.

Andrade ficou apenas atrás de Sunisa Lee, competidora dos EUA, e mostrou a força do esporte olímpico brasileiro.

Rebeca é a primeira mulher a ganhar uma medalha na ginástica. E mostra a força das mulheres negras na ginástica.

A medalhista olímpica não larga mais o funk de MC João, pois além de garantir a inédita medalha de prata, foi ao som das batidas do “Baile de Favela” que se classificou para a disputa das Olimpíadas de Tóquio.

A paulista de Guarulhos destacou o fato de ser uma mulher negra competindo em alto nível no ainda segregado mundo da ginástica.

Ela redime o legado de Daiane dos Santos, campeã de ginástica do mundial de 2003, que não conseguiu uma medalha olímpica e sofreu um massacre da imprensa por suas participações nos Jogos de Atenas.

Por mais Rebecas, Rayssas e Mayras no esporte olímpicos brasileiros! E elas hão de chegar no topo do pódio!

INOVAÇÃO E CRIATIVIDADE É NO HYPENESS