HORTALIÇAS

Paraisópolis produz 300 kg de

A Agro Favela-ReFazenda, horta comunitária em Paraisópolis, na capital paulista, já produziu cerca de 300kg de hortaliças. São 960 pés divididos entre vasos, boxes, canteiros e uma plantação vertical.

Reprodução | Ciclo Vivo

As hortaliças e frutas cultivadas em um espaço de mais de 900m² são inteiramente doadas aos moradores e ao projeto Mãos de Maria, que empodera mulheres periféricas através da capacitação profissional.

Reprodução | Ciclo Vivo

Segundo dados fornecidos pelo projeto, cerca de mil pessoas já foram diretamente ajudadas pelos alimentos da horta, com mais de cinco mil pessoas beneficiadas indiretamente pela iniciativa.

Reprodução | Ciclo Vivo

A horta de Paraisópolis é fruto do trabalho do Instituto Stop Hunger Brasil, organização empenhada na luta contra a fome, junto à francesa Sodexo e ao G10 Favelas, grupo de empreendedorismo de impacto social.

Reprodução | Ciclo Vivo

“Um dos objetivos da horta Agro Favela-Refazenda é disseminar o conceito de fazendas urbanas, adequando ao contexto das comunidades carentes, como Paraisópolis”, afirma Andreia Dutra, presidente do Instituto.

Reprodução | Ciclo Vivo

O espaço oferece workshops e já treinou 64 pessoas. A G10 Favelas pretende construir mil hortas nas favelas brasileiras, com o objetivo de apoiar a população com trabalho e alimentação saudável.

Reprodução | Ciclo Vivo

“O projeto Agro Favela permite que as famílias de baixa renda tenham acesso a comida de qualidade e mais barata”, disse Gilson Rodrigues, Coordenador Nacional do G10 Favelas.

Reprodução | Ciclo Vivo

imagens

PRODUÇÃO DE WEB STORIES

textos

Matheus Honorato

Getty Images e GIPHY

Yuri Ferreira

INOVAÇÃO E CRIATIVIDADE É NO HYPENESS