Olinda contra homenagens a

RACISTAS

Em 2021, a cidade de Olinda proibiu monumentos históricos e edifícios públicos em homenagem a escravocratas e a agentes da ditadura militar.

O projeto de lei do vereador Vinicius Castello (PT-PE) é o primeiro desse tipo a entrar em vigor no Brasil.

Reprodução/Crestive Commons

Uma escola com o nome de Dom Pedro II já mudou seu nome para escola Princesa Isabel.

“Queremos construir políticas públicas de ‘escurecimento’ da história. Essa é uma lei pensada para o país. Olinda é a plataforma inicial”, disse o vereador ao UOL.

A medida é avaliada como uma forma de revisar a história e não homenagear figuras responsáveis pela escravização no Brasil.

Diversas cidades possuem leis desse tipo sobre figuras da ditadura militar, mas essa é a primeira legislação em vigor que trata da questão da escravidão.

Reprodução/Imagens Brasil Sul

Existem projetos similares em debate em diversos níveis da federação, inclusive na Câmara dos Deputados.

Reprodução/Instagram

HYPENESS, INOVAÇÃO E CRIATIVIDADE PARA TODOS.

HYPENESS.COM.BR