o RACISMO

que nega a Nei Lopes seu valor

Nei Lopes é um dos maiores pensadores da cultura afrobrasileira. Mas o sambista, africanista, advogado, cientista social, dicionarista e gênio teve seu título de doutor honoris causa negado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Por quatro votos na congregação (órgão deliberativo máximo) da Faculdade Nacional de Direito, da UFRJ, foi negado seu título honoris causa, laureamento que se dá a pessoas eminentes em trabalhos fora da academia.

Nei é um dos principais pesquisadores da diáspora africana no Brasil. Escreveu a “Enciclopédia Brasileira da Diáspora Africana”. Pesquisou, organizou e publicou “Novo Dicionário Banto do Brasil”, obra importantíssima para a compreensão da importância linguística de África no nosso país.

Escreveu mais de 350 sambas, interpretados na voz de Clara Nunes, Beth Carvalho, Gilberto Gil, Milton Nascimento, Djavan, João Bosco, Zélia Duncan, Dudu Nobre, Arlindo Cruz, Zeca Pagodinho, Wilson Moreira, entre outros.

Nei foi formado pela Faculdade Nacional de Direito da Universidade do Brasil, ou melhor, a atual Universidade Federal do Rio de Janeiro, mas exerceu pouco a advocacia e preferiu ser sambista.

Sua contribuição para a música brasileira e para o pensamento sobre a diáspora africana no Brasil é singular e a negação das honrarias é um exemplo do academicismo racista do Brasil.

“O argumento da rejeição reforça uma visão de um Direito fechado em si, um tecnicismo incompatível com as exigências da nossa sociedade complexa, que necessita cada vez mais de interdisciplinaridade e atravessamento de saberes”, afirmou ao Globo o juiz André Nicolitt, doutor em Direito e professor da Faculdade de Direito da UFF,

“Por que o Direito não pode beber nos saberes sobre a África, da realidade do subúrbio, da literatura? A África e a questão racial estão no centro de todos os problemas do Brasil. Nei Lopes, como pesquisador desses temas, é imprescindível para o Brasil, é um patrimônio nosso", completou.

INOVAÇÃO E CRIATIVIDADE É NO HYPENESS

CLIQUE AQUI E LEIA MAIS!