o câncer e
a carne vermelha

Há muito tempo, cientistas tentam entender os impactos da alimentação no nosso organismo. A carne vermelha, consumida massivamente ao redor do mundo todo, pode, segundo pesquisas recentes, ter relações com o desenvolvimento de câncer.

Um estudo publicado pelo BMC Medicine mostrou que o risco de câncer colorretal está correlacionado ao consumo de carne vermelha.

Segundo os pesquisadores da Universidade Sorbonne e da Universidade de Tel Aviv, a presença de um carboidrato presente na carne vermelha e no leite pode causar inflamações e câncer.

Trata-se do ácido N- glicolilneuramínico (Neu5Gc), um tipo de açúcar que não é digerível pelo corpo humano. Essa substância vai se acumulando no corpo e ativa anticorpos que podem desencadear o câncer no ser humano.

“Durante anos houve esforços para encontrar essa conexão, mas ninguém a fez. Aqui, pela primeira vez, fomos capazes de encontrar uma ligação molecular graças à precisão dos métodos usados para medir os anticorpos”, afirmou o cientista Veder Padler-Karavani

“Encontramos uma correlação significativa entre o alto consumo de Neu5Gc de carnes vermelhas e queijos e o aumento do desenvolvimento desses anticorpos que aumentam o risco de câncer”

Esse não é, segundo pesquisadores, o único fato que liga o consumo de carne ao câncer – a gordura, os mutagênicos ou compostos químicos produzidos quando do cozimento da carne, assim como os aditivos e conservantes também agravam tal conexão

INOVAÇÃO E CRIATIVIDADE É NO HYPENESS