O ARQUITETO NEGRO

que reconstruiu a Catedral da Sé

Tebas foi um homem negro escravizado nascido em Santos, em 1721. Ele foi o responsável pela reconstrução e ornamentação de diversas igrejas no Brasil, como a Catedral da Sé.

Tebas dominava o trabalho com metal e pedras preciosas e foi um dos mais importantes nomes da arquitetura paulistana, tendo trabalhando na decoração do Mosteiro de São Bento.

Foi ele o responsável pelo Chafariz da Misericórdia, demolido em 1886, o primeiro chafariz público da cidade de São Paulo.

Tebas é o objeto de uma homenagem na praça da Sé. Uma estátua criada pelo artista Lumumba Afroindígena e pela arquiteta Francine Moreira. O monumento foi inaugurado em 20 de novembro do ano passado.

“É uma obra feita por mãos pretas, cabeças pretas, homenageando uma personalidade preta. Não vejo não ser afrofuturista, ela abre um caminho para um novo tempo”, diz Lumumba, à Casa Vogue.

“A gente precisa trazer à tona personalidades negras que foram invisibilizadas e apagadas, e que nossa escultura abra caminhos para tantas outras homenagens”, completa Francine, a arquiteta.

INOVAÇÃO E CRIATIVIDADE É NO HYPENESS

CLIQUE AQUI E LEIA MAIS!