IBIRAPUERA PRIVATIZADO

Não se pode tirar fotos no 

A coluna de Mônica Bergamo na Folha de São Paulo contou que um turista foi impedido de tirar fotos no Parque do Ibirapuera recentemente.

crédito: Acervo Pessoal | Flávio Veloso

Flávio Veloso, de 42 anos, levou seu equipamento fotográfico para registrar algumas imagens no exterior da Oca, dentro do Parque do Ibirapuera.

Ele afirma ter sido abordado por seguranças, que afirmaram que esse tipo de registro não pode ser feito.

“Fui [ao Ibirapuera] para fotografar, para desestressar. Quando estava terminando o passeio, os seguranças me abordaram. Viram o equipamento grande, que eles dizem que é profissional, e vieram questionar se eu tinha autorização”, afirmou Veloso à coluna.

“Eu, muito educadamente, falei que não tinha autorização porque não precisava, estava ao ar livre fotografando o parque. O segurança disse: ‘Isso aqui não é mais um parque público, foi privatizado'”, ressaltou ele.

A Prefeitura afirmou que existe uma proibição para registros de vídeo profissionais em São Paulo para proteger os espaços de exploração comercial, mas Flávio alega que não há leis para fotografias desse tipo em espaços públicos.

INOVAÇÃO E CRIATIVIDADE É NO HYPENESS