Nariz quebrado em

ESTÁTUA EGIPCIAS

De acordo com uma pesquisa realizada por Edward Bleiberg, curador do Museu do Brooklyn, estátuas egípcias com nariz quebrado podem ter um significado profundo

Segundo Bleiberg “A consistência do padrão sobre onde os danos são encontrados nas esculturas sugere que eles foram feitos de propósito"

A conclusão do estudo se baseia em uma série de motivações políticas, religiosas, pessoais e até criminosas para explicar os atos de depredação

A facilidade de quebrar um nariz protuberante em uma estátua explica a escolha, mas o propósito da ação estaria justamente em reduzir a força da simbologia

Intitulada “Poder impressionante: inconoclastia no Egito Antigo” (em tradução livre), a pesquisa sugere que a quebra dos narizes teria
o objetivo de diminuir a força cultural do império egípcio

Segundo o curador, sem o nariz,
a estátua/espírito deixa de respirar, e perde assim seus poderes

Não eram vândalos, não estavam aleatoriamente atacando obras de arte”, diz Bleiberg, que acredita haver propósito político nas atitudes

A destruição era uma maneira de reescrever a história, já que a ideia de “arte” propriamente dita não existia em exatidão no Egito Antigo

As imagens em espaços públicos são um reflexo de quem tinha o poder de contar a história, de determinar o que deveria ser lembrado”, completa o curador

INOVAÇÃO E CRIATIVIDADE É NO HYPENESS

CLIQUE AQUI E LEIA MAIS!