MUSSOLINI

também adorava andar de moto

Nas últimas semanas, o presidente Jair Bolsonaro fez diversos atos ao lado de motoqueiros e exibindo suas motocicletas.

A exibição em motocicletas, entretanto, não é novidade de Bolsonaro. O ditador fascista italiano Benito Mussolini adorava exibir sua motocicleta.

A associação de Mussolini com a motocicleta era tão forte que até especialistas em propaganda política se aprofundaram no tema.

“Dirigir motos em particular encapsulava e resumia conceitos promovidos pelo fascismo italiano; o Duce – Mussolini – era frequentemente fotografado dirigindo motocicletas ou próximo delas porque isso transmitia valores como a virilidade e a violência”, afirma professora Alessandra Antola Swan em seu livro ‘Photographing Mussolini’

Mídia | Amazon

A exibição frequente em motocicletas também é vista como um complexo do falo. “A motocicleta é claramente um símbolo sexual. É um símbolo fálico. É uma extensão do pênis, uma protuberância que demonstra poder entre suas pernas”, afirmou Bernard Diamond, criminologista e psiquiatra da Universidade da Califórnia.

Armas, cavalos, motocicletas e espadas: o fascismo de Mussolini encontrava em símbolos da masculinidade seus principais referenciais estéticos. A história primeiro se repete como tragédia, depois como farsa.

INOVAÇÃO E CRIATIVIDADE É NO HYPENESS