Prática pode alterar as células do corpo, diz estudo

Meditação

Em 2014, uma pesquisa revelou que a meditação pode ser capaz de alterar as células de pessoas que tiveram câncer de mama 

O intuito do experimento, liderado por Linda Carlson e colocado em prática no Tom Baker Cancer Center, no Canadá, era fugir do tratamento convencional

Foram estudados 88 convidados, com uma média de 55 anos, que já haviam passado por tratamento contra o câncer mamário em até dois anos, e continuavam com a saúde emocional frágil

Divididos em grupos, eles foram submetidos a análises para observar as alterações corporais e de comportamento

Professores de Hatha Ioga faziam encontros semanais de 90 minutos com o primeiro grupo, que deveria ainda praticar a meditação em casa por mais 45 minutos

A segunda equipe passou por terapia durante 12 semanas, discutindo seus sentimentos e aprendendo técnicas de redução de estresse

Já um terceiro grupo foi submetido apenas a um seminário de seis horas sobre gestão de estresse

No fim, foram feitas análises através do “antes e depois”, as amostras de sangue e o comprimento dos telômeros – protetores de proteínas das células – dos participantes

Pela primeira vez, foi descoberta uma mudança biológica no corpo com a prática de uma intervenção psicológica como a meditação

A prática levou essas pessoas a terem seus telômeros preservados, o que reduz a chance de consequências ruins para a saúde

Apesar da descoberta ainda requerer muitas outras análises, não deixa de ser animador como o poder da mente pode nos surpreender

INOVAÇÃO E CRIATIVIDADE É NO HYPENESS

CLIQUE AQUI E LEIA MAIS!