Satélite é mais jovem do que se pensava

LUA

Descobertas recentes revelam que a Lua é, na verdade, um tanto mais jovem do que se pensava. Mais precisamente, ela teria 85 milhões de anos a menos

O estudo realizado por pesquisadores do Centro Aeroespacial da Alemanha também descobriu que a Lua já teve um furioso e ardente oceano de magma de 1000 km de profundidade

Para tais descobertas, os cientistas remontaram a própria formação da Lua, que ocorreu quando um protoplaneta, de tamanho semelhante a Marte, se colidiu com a Terra

Dos escombros da colisão, um dos corpos cósmicos se tornou o satélite natural do nosso planeta

Antes, estimava-se que tal sequência teria acontecido há cerca de 4,51 bilhões de anos, mas novos cálculos chegaram à nova e mais precisa data

De acordo com as pesquisas, a Lua teria se formado, de fato, há 4,425 bilhões de anos

A conta foi atualizada a partir da descoberta do tal oceano de magma lunar

A partir da análise química dos materiais presentes na formação magmática, foi possível calcular a idade dos minerais formados a partir da solidificação do magma esfriado

“Conseguimos rastrear a evolução do oceano de volta ao seu ponto de partida”, afirmou Sabrina Schwinger, pesquisadora do Centro Aeroespacial da Alemanha e autora da pesquisa

INOVAÇÃO E CRIATIVIDADE É NO HYPENESS