a primeira técnica mulher
e LGBTQ+ do Super Bowl

Katie Sowers

Katie Sowers está abrindo as portas da representatividade no ambiente historicamente machista e LGBTfóbico do futebol americano.

Filha de um treinador de futebol americano e apaixonada pelo esporte desde criança, Katie sempre quis seguir a profissão.

Durante a universidade, jogava na Women's Football Alliance (WFA), uma das poucas ligas de futebol americano feminino dos EUA.

Ela ainda atuou na seleção campeã de 2013 da Copa do Mundo da Federação Internacional de Futebol Americano (IFAF)

Anos depois, Katie começou a assumir funções de treinamento. Em 2017, passou a se dedicar ao time San Francisco 49ers.

Na temporada de 2019/2020, Katie atuou como assistente ofensiva dos 49ers, ajudando no desenvolvimento e confiança dos wide receivers.

Sua dedicação contribuiu para levar o time à final do Super Bowl, contra o Kansas City Chiefs, disputada em 2 de fevereiro de 2020.

E, assim, Katie se tornou a primeira mulher e profissional abertamente gay na história do Super Bowl a treinar uma equipe.

CLIQUE AQUI E LEIA MAIS!

INOVAÇÃO E CRIATIVIDADE É NO HYPENESS