Império do Mali e o

PAÍS DOGON

Você já ouviu falar no País Dogon? Já chegou a estudar o Império do Mali na escola? A resposta, muito provavelmente, é “não”

Acontece que o Império do Mali, um dos maiores reinos da humanidade, foi esquecido pela historiografia branca, mas representa grande importância para a memória mundial

No século XV, o País Dogon surgiu no planalto central do Mali, na África, entre o deserto do Saara e a zona tropical do continente

A região adotada pelos Dogon, as Falésias da Bandiagara, fez com que o povo resistisse de maneira segura a dominações imperiais e também à invasão islâmica

“Escondidos” em encostas de formações rochosas, eles criaram uma arquitetura incrível e poderosa que existe há séculos junto às montanhas

Em sua maioria animistas, os dogon têm uma relação especialmente festiva com a morte; após um membro da comunidade morrer, eles fazem uma festa de dança chamada “dama”

Além disso, a relação do povo com a estrela de Sirius, a mais próxima do nosso Sol, fez com que os dogon tivessem uma conexão íntima com a astronomia

Contudo, a divisão da África entre diversos povos e religiões fez com que o Império do Mali durasse até 1670, segregado entre diversos domínios islâmicos

imagens

PRODUÇÃO DE WEB STORIES

textos

Bárbara Martins
Matheus Honorato

Getty Images

Yuri Ferreira

INOVAÇÃO E CRIATIVIDADE É NO HYPENESS