Fazenda nazista tombada

EM SP

O governo de São Paulo decidiu tombar a Fazenda Cruzeiro do Sul, uma propriedade conhecida por suas insígnias nazistas.

Divulgação/Arquivo João Gomes Neto

A fazenda Cruzeiro do Sul foi um local de escravização de pessoas negras e de defesa do nazismo.

Reprodução/Revista de História

A suástica é encontrada em diversas partes da construção e até nos tijolos da igreja.

Reprodução/Revista de História

A propriedade era de uma família do movimento integralista, gérmen fascista brasileiro que se tornou relativamente popular nos anos 30.

Adriano Martins/Estações Ferroviárias do Brasil

Dezenas de crianças negras foram escravizadas no local em uma tragédia na história do Brasil.

Reprodução/BBC Mundo

Agora, o local é Patrimônio Histórico para “reparação simbólica do estado acerca da exploração de mão de obra de pessoas negras no século XX”.

Divulgação/Arquivo/Secretaria de Estado da Cultura

“A Fazenda é um exemplar de pensamento autoritário e higienista da sociedade brasileira entre 1930 e 1940”, explica a historiadora Deborah Neves.

Divulgação/Arquivo/Secretaria de Estado da Cultura

HYPENESS, INOVAÇÃO E CRIATIVIDADE PARA TODOS.

HYPENESS.COM.BR