Saiba como os espermatozoides
realmente 

NADAM

Um artigo publicado em 2020 na revista “Science Advances” contraria tudo o que sabíamos sobre como os espermatozoides “nadam”

Desde 1677, quando a existência dos espermatozoides foi descoberta e vista pela primeira vez, concluímos que a célula reprodutiva masculina se movia impulsionada por um movimento como de uma chicotada

Responsável pela descoberta, o comerciante holandês Anton van Leeuwenhoek observou, por meio de um microscópio, “um movimento de cobra, como de enguias na água”

Contudo, o que não sabíamos era que a conclusão era mera ilusão de ótica. Ao invés da chicotada, o gameta se move através de um movimento como o do giro de um pião

A conclusão, portanto, é que o movimento dos espermatozoides “perfura” como um parafuso o fluido em um movimento espiral giratório para todas as direções

Para registrar tal descoberta foi necessário utilizar a mais atual tecnologia aliada a conceitos avançados de matemática

O uso de técnicas em 3D junto a uma câmera capaz de gravar cerca de 55 mil quadros por segundo foi o que fez a diferença para atualizar noções reconhecidas há mais de três séculos

O experimento levou quatro anos para que os equipamentos fossem devidamente calibrados e se deu em uma piscina artificial

O impacto em potencial da descoberta é imenso, a começar pelos estudos e tratamentos sobre infertilidade, que sempre levam em conta a maneira pela qual os gametas masculinos se movem

INOVAÇÃO E CRIATIVIDADE É NO HYPENESS

CLIQUE AQUI E LEIA MAIS!