ALEMANHA

Em 1979, as famílias Strelzyk e Wetzel se juntaram para fugir da Alemanha comunista sobrevoando o muro com um balão de ar quente feito em casa

A fuga reuniu oito membros das duas famílias, incluindo um bebê de dois anos, e foi bem-sucedida depois de uma tentativa fracassada e de três balões construídos

Reprodução / Arquivo pessoal

O eletricista Peter Strelzyk se juntou ao pedreiro Günter Wetzel para realizar o desejo de ambos de fugir da Alemanha Oriental junto à família

Reprodução / Arquivo pessoal

Calculado o peso dos dois amigos, de suas esposas e de seus quatro filhos, houve ainda muito trabalho por parte de Wetzel costurando metros e metros de tecidos

Reprodução / Arquivo pessoal

Isso aconteceu enquanto Strelzyk construía o cesto e os queimadores. Até que, em meados de 1978, o protótipo ficou pronto

Contudo, o balão que deu certo só foi concluído em setembro de 1979, depois de um voo fracassado em julho daquele ano

No dia 16 de setembro de 1979, eles finalmente decolaram rumo ao lado ocidental do país europeu, e a fuga foi finalizada com sucesso

imagens

PRODUÇÃO DE WEB STORIES

textos

Bárbara Martins
Matheus Honorato

Getty Images e Arquivo pessoal (famílias Strelzyk e Wetzel)

Vitor Paiva

INOVAÇÃO E CRIATIVIDADE É NO HYPENESS