HIV DE PROPÓSITO

Ele transmitia

Renato Peixoto Leal Filho está preso desde 2017 por transmitir voluntariamente HIV para duas mulheres

Reprodução/Extra

Ele foi denunciado por um grupo de mulheres após uma ex-companheira descobrir que ele era soropositivo e que havia omitido a informação

Reprodução/Extra

“Eu o confrontei, mas primeiro ele negou. Só com muita insistência admitiu. Ele era muito obsessivo e agressivo verbalmente. Eu tinha medo”, disse a vítima

Reprodução/Extra

Ela contatou outras ex-companheiras de Renato e descobriu que ele transou com muitas delas sem preservativo e ocultou o fato de ser soropositivo. Duas mulheres testaram positivo para a doença

O grupo de mulheres se reuniu para formalizar uma denúncia contra Renato, que ameaçou as denunciantes

Reprodução/Extra

Ele foi preso em 2017 e foi condenado a 13 anos de prisão por transmissão voluntária de moléstia grave

“Acredito que ele não se arrependeu de nada do que fez. Estou certa de que é um tipo de pessoa que apresenta risco se permanecer solto em sociedade. Ele é um monstro”, disse uma vítima ao Extra

INOVAÇÃO E CRIATIVIDADE É
NO HYPENESS