Ela é acusada por

por 11 MIL MORTES

Quem passava por Irmgard Fuchner via apenas uma senhora, mas não imaginava que ela foi responsável por mais de 11 mil mortes no período do nazismo.

Reprodução/Christian Charisius/Pool via Reuters

Ao menos, é disso que os promotores alemães a acusam: Irmgard foi datilógrafa e secretária do escritório da SS no campo de concentração de Sttuthof entre 1943 e 1945.


Para os promotores, ao trabalhar para os nazistas, Irmgard foi conivente e ajudou a matar mais de 11 mil inimigos do governo de Adolf Hitler.


Irmgard alega que, ao trabalhar como funcionária de escritório, ela não detinha conhecimento das atrocidades cometidas pelo governo nazista.


Irmgard tentou fugir de sua participação no tribunal no último dia 30 de setembro, mas foi pega pelas autoridades em uma cadeira de rodas.



Essa é uma tentativa do governo alemão de fazer justiça às vítimas do Holocausto mesmo após 70 anos da guerra. 

HYPENESS, INOVAÇÃO E CRIATIVIDADE PARA TODOS.

HYPENESS.COM.BR