Dormir pouco aumenta a

RAIVA

Segundo pesquisa realizada pela Academia Americana de Medicina do Sono, nos Estados Unidos, dormir pouco contribui diretamente para o aumento da raiva

De acordo com os especialistas do estudo, a raiva é uma das emoções que estão intrinsecamente ligadas à qualidade do descanso noturno

Para tal conclusão, os cientistas controlaram os registros diários do sono de 202 estudantes universitários, além de monitorar o estresse e a raiva de cada um

Após a análise dos casos, os resultados mostraram que os indivíduos relataram sentir mais raiva após noites em que dormiam menos do que o normal

Além desse experimento, a equipe conduziu outro teste envolvendo 147 pessoas, no qual os participantes foram divididos aleatoriamente em dois grupos

Um dos grupos manteve a própria programação regular de sono, enquanto o outro dormiu cinco horas a menos em duas noites

Após o respectivo período, a raiva foi avaliada nos participantes durante a exposição a um ruído irritante

Como resultado, os cientistas descobriram que indivíduos que dormiram melhor se adaptaram ao barulho e relataram menos raiva após dois dias

Já aqueles que dormiram pouco exibiram mais raiva em resposta ao ruído, sugerindo que perder o sono prejudica a adaptação emocional a circunstâncias frustrantes

imagens:

PRODUÇÃO DE WEB STORIES

textos

Bárbara Martins
Matheus Honorato

Getty Images e Giphy

Redação Hypeness

INOVAÇÃO E CRIATIVIDADE É NO HYPENESS