Animais de estimação combatem quadros mais graves da doença

DEPRESSÃO

Quem tem cachorros, gatos e outros animais de estimação sabe da possibilidade de alívio que eles oferecem em momentos de ansiedade ou tristeza profunda

Em 2018, uma pesquisa comprovou que a companhia de bichinhos podem trazer resultados positivos para pessoas com quadros graves de depressão

O estudo foi realizado por psiquiatras da Clínica Médico-Psiquiátrica da Ordem, na cidade do Porto, em Portugal, e publicado na revista científica “Journal of Psychiatric Research”

Para a realização das análises, 80 pacientes diagnosticados com distúrbio depressivo grave foram divididos em duas metades

Metade manteve contato com animais durante o tratamento, enquanto a outra seguiu sem adotar nenhum animal

Enquanto a metade que se relacionou com pets mostrou em sua totalidade melhoras significativas, a outra metade não revelou melhora alguma

Dentre os que se trataram com animais, um terço já não demonstrava sintomas que pudessem ser enquadrados no diagnóstico da doença após 12 semanas

Um dos responsáveis pelo estudo disse: “Uma das razões pelas quais podemos explicar os resultados é que os animais de estimação se forçam a neutralizar um dos principais sintomas da depressão, a anedonia”

Ele acrescentou que “a anedonia é a incapacidade de experimentar prazer encontrado em atividades normalmente agradáveis, como exercícios físicos, hobbies e interações sociais”

INOVAÇÃO E CRIATIVIDADE É NO HYPENESS

CLIQUE AQUI E LEIA MAIS!