Crânios brasileiros usados 

PARA EUGENIA

A eugenia é a teoria racista de supremacia branca utilizada por antigos biólogos para comprovar a superioridade racial dos europeus.

Reprodução/Instituto Karolinska

No Instituto Karolinska, na Suécia, o legado bizarro da eugenia ainda está vivo: há centenas de crânios no local utilizados para testes cuja hipótese era provar a supremacia branca. 



É claro que a teoria e toda a lógica da “craniometria” era mentirosa, mas a tragédia científica se mantém viva até os dias de hoje.

Reprodução/Giphy



A grande maioria desses crânios foi roubado de cemitérios. Dentro da coleção, há nove crânios brasileiros.

Reprodução/Instituto Karolinska 

“Sob a perspectiva atual, reconheço que parte dos 200 anos de história do Instituto Karolinska pode ser considerada racista”, diz o reitor da instituição à BBC Brasil. 

Reprodução/Instituto Karolinska


Agora, estudantes do Instituto Karolinska lutam para retirar homenagens aos cientistas que inventaram uma pseudociência racista e que estudaram no local. 

Reprodução/Instituto Karolinska

HYPENESS, INOVAÇÃO E CRIATIVIDADE PARA TODOS.

HYPENESS.COM.BR