Como monitorar o

fundo eleitoral

A fim de monitorar o repasse do fundo eleitoral, a “Plataforma 72 Horas” foi criada, permitindo ao eleitor acompanhar, analisar e divulgar o funcionamento e a transparência no uso da verba

Desde 2016, a Legislação Eleitoral prevê que todas as candidaturas declarem a cada 72 horas o quanto receberam de recursos financeiros e qual a origem de tal dinheiro utilizado durante as campanhas

Contudo, como nem sempre a lei é cumprida, a “Plataforma 72 Horas” foi desenvolvida para combater a corrupção e orientar o voto de forma clara e concreta

A eleição de 2018 foi a primeira na qual o Fundo Especial para Financiamento de Campanha tornou-se a principal fonte de financiamento das campanhas políticas

Fundado a partir de recursos públicos, de isenção fiscal e da proibição do investimento privado em campanhas, o FEFC foi criado como mecanismo de combate à corrupção

 Plataforma, portanto, permite que a fiscalização do uso do dinheiro se dê não somente no fim das campanhas, com a prestação de contas, mas ao longo do período eleitoral

Assim, a iniciativa incentiva o engajamento do público, de jornalistas, pesquisadores, agentes públicos, juristas e até mesmo candidatos sobre o uso do dinheiro público e de doação nas eleições

INOVAÇÃO E CRIATIVIDADE É NO HYPENESS

CLIQUE AQUI E LEIA MAIS!