Christiane F

drogada e prostituída, 40 anos depois

O livro “Eu, Christiane F., 13 anos, drogada, prostituída” é um best-seller que já vendeu mais de 5 milhões de cópias.

A obra conta a história real de Christiane Vera Felscherinow, alemã que se prostituía por drogas na Hamburgo dos anos 70 quando entre os 12 e os 15 anos de idade.

Publicado em 1978, o livro era uma denúncia sobre a vida marginal da Alemanha Ocidental, repleta de heroína e prostituição.

Hoje, com 59 anos, Christiane segue viva e continua sendo uma junkie como era desde os anos 70.

Christiane não está limpa e entre as décadas da fama até hoje, ela continuou usando drogas: foi presa, teve filhos, mas segue sendo uma adicta.

“Eu morrerei em breve, sei disso. Mas eu não deixei de fazer nada em minha vida. Estou bem com isso. Então, eu não recomendaria: essa não é a melhor vida para se viver, mas é a minha vida”, disse na abertura do seu novo livro.

“Eu não consigo ficar limpa. É o que todos sempre esperaram de mim. Os médicos reclamam, mas eu tenho uma vida, no fim das contas”, conta em ‘A Minha Segunda Vida’.

INOVAÇÃO E CRIATIVIDADE É
NO HYPENESS