Moradora da zona de exclusão

CHERNOBYL:

Benjamin Rich, um youtuber britânico, resolveu visitar a cidade de Chernobyl, na Ucrânia, e encontrou uma família moradora da zona de exclusão 

A área recebeu esse nome após ter sido evacuada por conta dos altos níveis de radiação

Mesmo depois de autoridades ordenarem que os moradores de Chernobyl deixassem os locais afetados pelo desastre, alguns deles decidiram ficar

Cerca de 200 pessoas ainda moram no raio de 30 quilômetros demarcado após a explosão do reator 4

Em 1986, na época do acidente, esse número era de 1,2 mil pessoas que viviam ilegalmente no local

Entre as pessoas que ainda moram na zona de exclusão, estão um homem chamado Igor e a mãe do rapaz, uma idosa de 92 anos

Os dois se encontraram por acaso com Benjamin, que visitava a região, e acabaram conversando com o youtuber dentro da casa em que vivem

Apesar dos sabidos efeitos prejudiciais à saúde causados pela proximidade com a radiação, os dois familiares parecem estar sobrevivendo bem na zona

Eles contaram que o governo local costumava visitá-los com frequência para medir os níveis de radiação e determinar se eles estavam aptos a receber um auxílio financeiro por conta do ambiente

Contudo, o dinheiro parou de entrar há pouco tempo, quando a radiação limite passou a terminar a alguns metros da casa

INOVAÇÃO E CRIATIVIDADE É NO HYPENESS