o queijo proibido e perigoso

que é traficado na Itália

Você já ouviu falar no Casu Marzu? Esse caríssimo queijo produzido na iItália possui um  modo de preparação pouco comum: laticínio originário do leite de ovelhas é feito e consumido com larvas na sua composição.

O queijo - que foi batizado de ‘o queijo mais perigoso do mundo’ - é um queijo de ovelha normal. Mas só alcança o seu sabor quando a “Mosca do Queijo” deposita suas larvas dentro da peça do laticínio.

As larvas se proliferam dentro da peça através dos furinhos e seu excremento acaba dando um sabor incrível para o alimento.

A venda do Casu Marzu, entretanto, é proibida desde 1962, quando autoridades sanitárias da Itália formularem uma regulamentação bastante razoável: a de que comidas não deveriam ser vendidas com parasitas.

Ainda assim, queijarias da Sardenha continuam fazendo a iguaria com frequência, de forma escondida. Segundo as leis da Itália, a venda do queijo perigoso de larvas pode render multa de 60 mil dólares ou 330 mil reais, na cotação atual.

O “queijo mais perigoso do mundo” já causou algumas infecções alimentares, mas pesquisadores da Universidade da Sardenha afirmam que ela é completamente seguro caso seja feito em ambiente controlado.

A ideia é que, com a legalização do queijo, ele possa ser feito de forma mais segura e se torne um símbolo turístico da Sardenha, atraindo pessoas por causa da curiosa iguaria da região.

INOVAÇÃO E CRIATIVIDADE É NO HYPENESS