Como e por que ela nasceu?

Bandeira LGBT

Até 1978, o movimento gay de então (que viria a se ampliar em seus tantos braços atuais, rumo à sigla LGBTQ+) não possuía um símbolo unificador.

Durante as Paradas Gays que se sucederam entre 1969 e 1977, o símbolo mais comum utilizado trazia um sentido sombrio de uma memória assombrosa.

Usavam o triângulo rosa, outrora utilizado nos campos de concentração nazistas costurado à roupa dos que ali estavam presos por serem homossexuais 

Era preciso urgentemente um novo símbolo, que significasse a luta dos que foram perseguidos ao longo dos séculos, mas que também retratasse alegria e amor para a causa LGBTQ+.

É nesse ponto que entram em cena dois nomes fundamentais para a confecção desse símbolo universal: Harvey Milk (foto) e Gilbert Baker.

Em 1977, o político e ativista gay norte-americano Harvey Milk encomendou ao designer Gilbert Baker a criação de um novo emblema para o movimento gay.

Sua intenção era abandonar a estrela rosa e abraçar um símbolo unificador, reconhecível, bonito, positivo e à altura da luta.

A primeira bandeira do arco-íris foi confeccionada por um grupo de artistas liderado por Baker (foto), que recebeu 1 mil dólares pelo trabalho.

Originalmente, ela trazia oito cores em faixas, cada um com um significado específico.

Inicialmente por dificuldades de produção, a bandeira acabou se transformando no padrão que hoje é mais popular, com seis faixas e cores.

Laranja representa a cura

Amarelo representa a luz do sol

Verde representa a natureza

Azul índigo significa a harmonia

Violeta significa o espírito

Vermelho representa a vida

Outras versões da bandeira arco-íris foram desenvolvidas ao longo dos anos, como na Parada de 2017 da Filadélfia, que incluiu uma faixa marrom e outra preta.

A meta era representar as pessoas negras que anteriormente se sentiam marginalizadas ou ignoradas das próprias Paradas Gays.

No fim, para além das cores objetivamente, é o legado de união, luta, alegria e amor que tanto significam a bandeira que efetivamente importa.

INOVAÇÃO E CRIATIVIDADE É NO HYPENESS

CLIQUE AQUI E LEIA MAIS!