IGUALDADE DE GÊNERO

Argentina só vai habilitar motoristas que fizerem curso sobre

A partir de março, para tirar carteira de habilitação na Argentina, o motorista terá que estudar algo além de leis, mecânica e condução: o governo vai exigir um curso sobre igualdade de gênero.

A determinação veio da Agência Nacional de Segurança Viária. Entre os temas do curso, estão assuntos como machismo estrutural, misoginia, feminicídio e a presença da mulher no setor de transportes.

A resolução, publicada no Diário Oficial do país, explica que “grandes mudanças socioculturais e tecnológicas através dos anos trouxeram consigo a necessidade de adaptar os conteúdos dos cursos.”

O objetivo da medida é educar os futuros condutores para que sejam responsáveis e “com conhecimentos atualizados em relação às novas tecnologias automotivas e principais regras para uma condução segura e eficiente.”

O governo está preocupado com a questão da violência contra a mulher também no trânsito. O curso para habilitação vai servir como ferramenta de combate a problemas estruturais do patriarcado.

O Ministério do Transporte também vai publicar um ‘Manual Especial‘ para transformar placas de trânsito com uma linguagem inclusiva, alterando as terminações em ‘a’ e ‘o’ para ‘e’, por exemplo.

imagens

PRODUÇÃO DE WEB STORIES

textos

Matheus Honorato

Getty Images

Verônica Raner

INOVAÇÃO E CRIATIVIDADE É NO HYPENESS