Alunos incentivam

CÂMERAS LIGADAS

ara amenizar a sensação de solidão de professores em aulas online, alunos norte-americanos começaram a usar o TikTok para incentivar mais estudantes a deixar as câmeras ligadas durante os encontros

A usuária da rede social Madison Mora, graduanda da Michigan State Uni, foi uma das primeiras a lançar a tendência, que já soma milhões de visualizações na plataforma de vídeos curtos

Por conta do isolamento social devido à pandemia de coronavírus, centenas de instituições de ensino em todo o mundo optaram por continuar o cronograma de forma remota

Contudo, a nova rotina de aulas muitas vezes acaba se tornando impessoal em razão de câmeras desligadas por parte dos alunos, o que contribui para o mal-estar e desconforto de docentes

No vídeo divulgado por Madison, por exemplo, é possível ver a mudança imediata de semblante da professora ao notar que a aluna ligou a câmera para assistir à aula

“Se a professora vir pelo menos um rosto [na chamada de vídeo], ela pode se comunicar com alguém sem sentir que está apenas falando para uma tela em branco”, diz a universitária

Atitude parecida aconteceu em agosto de 2020, quando alunos do primeiro ano do ensino médio de um colégio de Sorocaba, em São Paulo, se uniram para abrir as câmeras em homenagem aos professores 

O vídeo da atitude brasileira se tornou viral e coleciona mais de um milhão de visualizações nas redes sociais

INOVAÇÃO E CRIATIVIDADE É NO HYPENESS