A obra-prima dos Novos Baianos

ACABOU CHORARE

Ninguém na MPB foi capaz de reunir em um mesmo álbum tantos clássicos quanto os Novos Baianos fizeram em 1972, com o disco “Acabou Chorare”

“Preta Pretinha”, “Tinindo Trincando”, “Swing de Campo Grande”, “Acabou Chorare”, “Mistério do Planeta”, “A Menina Dança”, “Besta é Tu”, “Um Bilhete pra Didi” e esse é somente um único disco do grupo

As faixas do “Acabou Chorare” são tão históricas quanto inesquecíveis

Pode-se dizer que as músicas que compõem o disco são verdadeiros documentos da potência máxima que a música brasileira pode alcançar

Cada uma dessas faixas é assinada por Moraes Moreira, sempre em parceria com Luiz Galvão, ora com a participação também de Pepeu Gomes ou de Paulinho Boca de Cantor 

Com acabamento refinado e original, não é por acaso que “Acabou Chorare” alcançou o topo da lista dos 100 Maiores Discos da Música Brasileira

A eleição foi feita pela revista Rolling Stone, através do voto críticos, pesquisadores, estudiosos, produtores e jornalistas

Convenhamos: um raro caso em que esse tipo de eleição faz justiça ao que merece

INOVAÇÃO E CRIATIVIDADE É NO HYPENESS