A tecnologia dos

PRÓXIMOS DEZ ANOS

Especialistas estimam que, nos próximos dez anos, o impacto da tecnologia em nossa realidade será o mais veloz, mais profundo e mais transformador de nossa história

Mas como encaminhar tais revoluções para que elas beneficiem de fato a humanidade, e não somente o 1% da população mais rico e poderoso?

Reprodução / Charlie Chaplin

É essa a questão sobre a qual os pesquisadores e escritores Tony Seba e James Arbir se debruçaram, em artigo para o site “Fast Company”

Para os dois autores, veremos, nos próximos anos, os avanços tecnológicos transformando áreas de base, como energia, produção de alimentos, informação, transporte e materiais

 Segundo o artigo, é possível nascer “um mundo construído não com carvão, óleo, aço, gado e concreto, mas baseado em fótons, elétrons, DNA, moléculas e bits”

Para realmente otimizar todos esses processos e aproveitar o potencial de mudança que as novidades tecnológicas oferecem, é preciso que a sociedade como um todo queira mudar

“Com a aceleração dessas transformações, as lideranças se mostram cada vez mais incapazes de compreender, dirigir e organizar nosso mundo”, escrevem eles

“É por isso que estamos testemunhando injustiças sociais e revoltas, destruição ambiental e pandemia global destruindo a sociedade – e esse é só o começo”, completam

Para Seba e Arbir, é hora de investidores, políticos, grandes empresários e lideranças em geral abraçarem as mudanças e sua velocidade a fim de enfrentarem os maiores problemas globais

Proteger as pessoas, manter a estabilidade social, investir em transmissão de informação, em energias alternativas e em transportes ecológicos são alguns jeitos de chegar lá 

imagens:

PRODUÇÃO DE WEB STORIES

textos

Bárbara Martins
Matheus Honorato

Getty Images, Reprodução YouTube (Charlie Chaplin) e Giphy

Kauê Vieira

INOVAÇÃO E CRIATIVIDADE É NO HYPENESS