A mudança de nome do

WASHINGTON REDSKINS

Após quase 90 anos desde a sua fundação, o Washington Redskins anunciou que vai tirar o termo racista “redskins” de sua alcunha

O time da NFL (liga de futebol americano profissional dos Estados Unidos) vai trocar a palavra que significa “peles vermelhas”; um termo preconceituoso para se referir a índios norte-americanos

“Após reflexão, decidimos retirar o ‘Redskins’ do nome e do logo”, informou o clube, em nota oficial

A pressão para que o time mudasse de nome não é nova. Há décadas, a diretoria da equipe é incentivada a retirar o termo racista e a alterar a marca

Em 2014, senadores americanos chegaram a pedir formalmente que a NFL interviesse no assunto, mas nada de efetivo foi feito

Porém, os pedidos nunca surtiram efeito sobre Daniel Snyder, dono do time de Washington desde 1999

Foi preciso que empresas como Walmart, Target e Amazon anunciassem o fim da venda de itens relacionados ao clube para que a mudança ocorresse

A Nike também parou de vender os produtos do time após ser pressionada por investidores a cortar laços com o clube

E, além da polêmica do nome, o time de Dan Snyder também recebeu denúncias de quinze mulheres que foram vítimas de assédio sexual e moral nos tempos em que trabalharam para a equipe

INOVAÇÃO E CRIATIVIDADE É NO HYPENESS

CLIQUE AQUI E LEIA MAIS!