XUXA

A fala racista de

Em uma transmissão ao vivo no canal da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro, Xuxa Meneghel afirmou que presos deveriam ser utilizados para testes de remédios e vacinas.

Instagram | @xuxamenegheloficial

A apresentadora de televisão replicou uma das teses principais do médico nazista e eugenista Joseph Mengele: a de que presos são menos humanos que outras pessoas. Xuxa até reclamou do “pessoal dos direitos humanos”, ou seja, pessoas que se opõem à ideia.

Instagram | @xuxamenegheloficial

Em sua fala, Xuxa deixa de lembrar que cerca de 31% dos presos estão encarcerados sem sequer ter passado por julgamento. No Ceará, mais da metade dos detentos não foram condenados.

Imagem de Arquivo/Agência Brasil

Xuxa também esquece (ou prefere ignorar) que a vida dos detentos no Brasil já é uma tortura. São 720 mil detidos para apenas 423 mil vagas em cadeias, prova de uma superlotação absurda.

Imagem de Arquivo/Agência Brasil

Xuxa ignora que 66,7% dos presos brasileiros são negros. Que a população negra encarcerada só aumenta, enquanto a dos brancos só cai. Falar em testes em presos no Brasil é falar em testes em jovens negros. É uma fala racista.

Imagem de Arquivo/Agência Brasil

E quando se desculpou, Xuxa disse que usou “palavras erradas”. Não falou que disse um absurdo eugenista.

imagens

PRODUÇÃO DE WEB STORIES

textos

Matheus Honorato

@xuxamenegheloficial

Yuri Ferreira

INOVAÇÃO E CRIATIVIDADE É NO HYPENESS